Fontana Arte

Yupik

Yupik.jpg

Desenhado pelo estúdio Form Us With Love para a Fontana Arte, Yupik é um candeeiro portátil. Enquanto a sua forma lembra a tocha elétrica clássica, a sua função é decididamente mais abrangente e versátil. Equipado com 5 metros de cabo, o Yupik pode ser utilizado como uma tocha, mas também colocado sobre uma mesa ou no chão, posicionado com a fonte de luz apontada para cima ou colocada de um lado para iluminar uma parede. Pode até ser suspenso, graças a um gancho em torno do qual o cabo pode ser torcido para formar um laço. Yupik é produzido em espuma de polipropileno, um material resistente, resistente, porém muito leve. Consiste em células fechadas que incorporam muito ar e, portanto, pesam menos em proporção ao seu volume. Este material foi escolhido deliberadamente para este candeeiro portátil pela sua leveza, mas também pela robustez para resistir a quedas e batidas.

yupikf_app0348oa_yupik_____.jpg
yupikf_app0347oa_yupik_____.jpg
yupikf_app0346oa_yupik_____.jpg

Milano 2015

Milano2015_ambientata_QUADRATA_.jpg

A Fontana Arte prestou homenagem a Milão, a sua cidade de origem, com um elegante e exclusivo candeeiro de mesa: o Milano 2015. Desenhado por Carlo Colombo, o candeeiro é produzido em mármore Carrara, o melhor e mais valioso mármore, favorito desde sempre dos escultores e artistas para suas criações. Este candeeiro possui uma placa Led que brilha de forma mágica, tornando mais visíveis os veios do mármore. Um botão embutido controla a intensidade da luz com um dimmer electrónico. Uma placa de alumínio acetinado, esmaltada e gravada com o nome do candeeiro, corre verticalmente dentro do corpo e esconde o cabo de alimentação vermelho. Milano 2015 é um candeeiro elegante, produzido em edição limitada. Apenas 100 peças estão disponíveis em todo o mundo, cada um completo com um certificado de autenticidade.

Milano2015_3.jpg
milano2015_2.jpg

Equatore

equatore_buratti_tavolo_0.jpg

O Equatore é a reinterpretação moderna do clássico candeeiro com o difusor em vidro. Enquanto na versão tradicional o abat-jour serve para manter a fonte de luz no seu interior, nesta colecção de candeeiros da Fontana Arte o difusor está paradoxalmente e intencionalmente vazio. Sendo a luz gerada por dois discos luminosos, colocados na banda de metal central, visível no candeeiro e que evoca a linha do equador. Desenhados por Gabriele e Oscar Buratti, os candeeiros Equatore oferecem uma luz intimista, perfeita para iluminar os mais diversos espaços, estando disponível em versão de mesa, pé e suspensão.

equatore_buratti_sospensione_0.jpg
equatore_terra.jpg

Koho

Koho.jpeg
koho_mika_tolvanen_03.jpeg

Desenhado por Mika Tolvanen para a Fontana Arte, Koho é um dos candeeiros de exterior mais engenhosos e práticos que já vimos para exterior. Com um design simples e uma utilização intuitiva, este candeeiro recarregável e portátil pode ser movido para onde a luz é necessária, sem necessitar de fios. Disponível em vários tons e com 7 horas de autonomia, o Koho é perfeito para qualquer espaço exterior, seja a piscina, terraço ou até para a margem de um lago.

koho_mika_tolvanen_02.jpeg

Kanji

fontanaarte_kanji_denisguidone_tavolo_0.jpeg
fontanaarte_kanji_denisguidone_sospensione_0.jpeg

As novidades de Milão são muitas e a colecção de candeeiros Kanji da Fontana Arte destacou-se pelo seu design original. Desenhada por Denis Guidone, a linha reinterpreta as tradicionais lanternas portáteis orientais de uma forma contemporânea. Disponível em versão de mesa ou suspensão, os Kanji inspiram-se na porcelana chinesa da dinastia Ming.
Misturando tradição e inovação, o difusor em vidro soprado é adornado com um efeito plissado e completado com um anel de LED que os candeeiros de forma mágica. Evocando o oriente, não só em forma como em nome (kanji são caracteres de origem chinesa utilizadas na escrita japonesa em conjunto com o silabários hiragana e katakana), os candeeiros foram desenhados para serem utilizados isolados ou em pares, com cada forma ampliando o poder estético da outra.

IO

Com uma forma de um pequeno disco lunar curvado, o candeeiro IO da Fontana Arte é especialmente apelativo pela simplicidade e funcionalidade. Desenhado pelo trio Claesson Koivisto Rune, o candeeiro aparenta estar suspenso, próximo da parede sem lhe tocar, permitindo que a luz se difunda de forma acolhedora. Elegante e minimalista, o IO possui um difusor que roda 360º, dirigindo a luz para onde é necessária, sendo o excelente para um quarto, sala ou corredor.

F_A_Sett_2015_IO_2156_0.png
IO-quattro-colori.jpeg

Cloche

O candeeiro Cloche apresenta-se como a versão em plástico do Pudding, uma peça do arquivo histórico da Fontana Arte desenhado em 1995. Fazendo lembrar uma forma de um pudim, este candeeiro de aspecto industrial conjuga um design intemporal com cores suaves e contemporâneas, tais como cinzento escuro, amarelo mostarda e branco translúcido. Enquanto as versões opacas fornecem a iluminação perfeita para cozinhas ou salas de jantas, o modelo em branco cria um efeito mágico que realça o original difusor.

Albedo

Desenhado pelo Studio Drift, o Albedo é um candeeiro de suspensão impressionante devido à sua leveza visual e aspecto etéreo. Produzido pela Fontana Arte, o candeeiro possui um bonito difusor em tecido plissado em forma de flor, proporcionando uma aura poética e uma iluminação extremamente acolhedora. Com o seu design orgânico e original, o Albedo é certamente um candeeiro perfeito para salas de refeição ou espaços informais.

Yumi

O nome Yumi (vénia em japonês) não poderia ser mais apropriada para esta este impressionante candeeiro da Fontana Arte. Desenhado pelo arquitecto Shigeru Ban, o candeeiro de pé alia simplicidade, tecnologia e leveza. Com uma estrutura num material compósito envolto em fibra de carbono com um acabamento de alto brilho, o Yumi apresenta harmonia e um design intemporal, um verdadeira clássico do futuro. Possuindo 170 LEDs, discretamente embutidos na cabeça do candeeiro, permitindo uma iluminação acolhedora, perfeita para criar ambientes íntimos na sala de estar, zonas de refeição ou escritório.
Venha ver o candeeiro vermelho em stock.

Blom

Os candeeiros não se medem aos palmos e o pequeno Blom da Fontana Arte é o perfeito exemplo disso. Desenhado por Andreas Engesvik, o Blom foi inspirado na luz e nas mudanças das estações nos países nórdicos. Muito funcional e interactivo, o candeeiro da marca italiana permite aumentar ou diminuir a luminosidade através da movimentação das ‘pétalas’ que envolvem o difusor. Disponível em diversas cores, o Blom é perfeito para a sala ou quarto.