Iluminação

Nuvem by Miguel Arruda

“Não fizemos um candeeiro fizemos um tecto!”
Com estas palavras Miguel Arruda apresenta “Nuvem” o novo sistema de iluminação modular da Slamp, desenhado pelo Arquitecto Português e inspirado na simbologia duma sua escultura metálica, realizada nos anos ‘80.
Elementos hexagonais de aproximadamente um metro quadrado unem-se através de um sistema muito simples de conexões que podem ser montadas manualmente expandindo-se em todas as direcções.
O resultado é a criação de infinitas paisagens que flutuam no espaço, podendo também descer ao longo das paredes para eliminar qualquer limite entre “céu” e “terra” e adicionando aos ambientes uma forte conotação artística.

SLAMP e DOMO apresentam NUVEM.jpg

Accordeon

Marc Sadler divertiu-se a explorar as infinitas possibilidades dos tecnopolímeros exclusivos patenteados pela Slamp.
O resultado é Accordeon, um candeeiro que evoca a imagem de um plissé têxtil ou o fole de um acordeão.
A colecção é sem dúvida um sinal da nova narrativa contemporânea que vê design, moda, técnica artesanal e tecnologia em interacção permanente.

67172966_1214206285428847_320077154924625920_n.jpg

Yupik

Yupik.jpg

Desenhado pelo estúdio Form Us With Love para a Fontana Arte, Yupik é um candeeiro portátil. Enquanto a sua forma lembra a tocha elétrica clássica, a sua função é decididamente mais abrangente e versátil. Equipado com 5 metros de cabo, o Yupik pode ser utilizado como uma tocha, mas também colocado sobre uma mesa ou no chão, posicionado com a fonte de luz apontada para cima ou colocada de um lado para iluminar uma parede. Pode até ser suspenso, graças a um gancho em torno do qual o cabo pode ser torcido para formar um laço. Yupik é produzido em espuma de polipropileno, um material resistente, resistente, porém muito leve. Consiste em células fechadas que incorporam muito ar e, portanto, pesam menos em proporção ao seu volume. Este material foi escolhido deliberadamente para este candeeiro portátil pela sua leveza, mas também pela robustez para resistir a quedas e batidas.

yupikf_app0348oa_yupik_____.jpg
yupikf_app0347oa_yupik_____.jpg
yupikf_app0346oa_yupik_____.jpg

ISP

ISP_catalogue _32.jpg

Outro candeeiro? Sim. Mas este é como nenhum outro criado anteriormente. Concebido pelo russo Ilia Sergeevich Potemine em oposição consciente aos artefactos padrão de nosso tempo, o candeeiro Potemine é mais como uma bela tocha, passada entre atletas numa corrida. Sem interruptores ou lâmpadas visíveis, o candeeiro da DCW é uma obra de arte, uma peça de engenharia notável, onde o supérfluo está oculto e apenas a forma sublime se apresenta, esteja ligado ou apagado.

ISP_TABLE_OPEN1.jpg
ISP_APPLIQUE_LEFT1.jpg
ISP_APPLIQUE_LEFT.jpg
ISP_TABLE_OPEN.jpg

Perch Light

Desenhado por Umut Yamac para a Moooi, o candeeiro de suspensão Perch Light Branch destaca-se pelo seu design escultural, produzido em papel e latão, como pássaros a balançarem elegantemente num ramo. Estes pássaros luminosos  são livres de balançar quando suavemente tocados, brilhando suavemente e trazendo consigo a promessa da primavera.

perch_light_branch_018_final.jpg

Equatore

equatore_buratti_tavolo_0.jpg

O Equatore é a reinterpretação moderna do clássico candeeiro com o difusor em vidro. Enquanto na versão tradicional o abat-jour serve para manter a fonte de luz no seu interior, nesta colecção de candeeiros da Fontana Arte o difusor está paradoxalmente e intencionalmente vazio. Sendo a luz gerada por dois discos luminosos, colocados na banda de metal central, visível no candeeiro e que evoca a linha do equador. Desenhados por Gabriele e Oscar Buratti, os candeeiros Equatore oferecem uma luz intimista, perfeita para iluminar os mais diversos espaços, estando disponível em versão de mesa, pé e suspensão.

equatore_buratti_sospensione_0.jpg
equatore_terra.jpg

Champagne à Trois

sambaron.jpg

Desenhado por Sam Baron, reconhecido design francês, o candeeiro Champagne à Trois da Bosa é uma das suas peças mais icónicas. Essencial na forma e intrigante no design, o candeeiro destaca-se por transformar uma silhueta clássica num objecto original. Produzido com bastante atenção ao detalhe, a peça da marca italiana possui uma elegante base tripla em cerâmica e um abat-jour único em tecido, que revela uma parte interna dourada, emitindo uma luz quente e acolhedora quando acesso.

Koho

Koho.jpeg
koho_mika_tolvanen_03.jpeg

Desenhado por Mika Tolvanen para a Fontana Arte, Koho é um dos candeeiros de exterior mais engenhosos e práticos que já vimos para exterior. Com um design simples e uma utilização intuitiva, este candeeiro recarregável e portátil pode ser movido para onde a luz é necessária, sem necessitar de fios. Disponível em vários tons e com 7 horas de autonomia, o Koho é perfeito para qualquer espaço exterior, seja a piscina, terraço ou até para a margem de um lago.

koho_mika_tolvanen_02.jpeg

Lampe Gras Outdoor

lampegras-modele-304-xl-90-vrxrk02b.jpeg

Desenhada em 1921 por Bernard-Albin Gras, a colecção Lampe Gras é um dos grandes clássicos do design francês, apreciado por gerações de arquitectos, designers e coleccionadores pela sua elegância, aspecto industrial e funcionalidade. A linha Outdoor é especialmente apelativo para dar aos espaços exteriores uma imagem original, sem negligenciar o aspecto prático, sendo ideal para iluminar varandas, pátios ou jardins. Desenhados para serem bastante resistentes e resistentes à água e constrídos em aço inoxidável 316, os modelos de exterior também estão preparados para estarem instalados perto do mar, expostos à neve e aguentar temperaturas extremas.

lampegras-modele-304-xl-qvkdshwg.jpeg
lampegras-modele-222-xl-x5qrhi2c.jpeg
lampegras-modele-213-xl-13judt5k.jpeg
lampegras-modele-217-xl-9i2kkcyf.jpeg
lampegras-modele-213-xl-ksbl1a89.jpeg

Taccia Small

Uma das mais emblemáticas criações de Achille Castiglioni (e do seu irmão Pier Giacomo), o candeeiro Taccia (de 1962) da Flos tem agora um ‘irmão’ mais pequeno, o Taccia Small. Conjugando um design de aspecto industrial com a sua base em alumínio, um delicado difusor orientável em vidro e um reflector em metal pintado, o Taccia é especialmente elegante e engenhoso. “Consideram-no o Mercedes dos candeeiros, um símbolo de chegada, talvez pela sua base em forma de coluna. Quando a criámos não pensámos no prestígio, mas sim numa superfície de arrefecimento”, Achille Castiglioni.

cs_tacciasmall_02.jpeg
cs_tacciasmall_03.jpeg